Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

III Formação Ministerial acontece neste domingo

Imagem
No dia 3 de junho acontece na escola municipal Félix Joaquim de Moraes, em Camaçari (BA),de 8h às 12h30,  a terceira formação ministerial da Renovação Carismática Católica da Diocese de Camaçari.
A formação é direcionada para todos os membros dos Grupos de Oração da RCC Diocesana , que já atuam ou estão iniciando em um Ministério ou Serviço (Pregação, Formação, Intercessão, Música e Artes, Oração por Cura e Libertação, Promoção Humana, Comunicação Social, Secretaria e Tesouraria). Haverá também Formação Pré-Ministerial, para todos aqueles que já fizeram o Seminário de Vida no Espírito e ainda não tem o seu Ministério discernido.
O local do encontro fica na  Rua Canário, no bairro Camaçari de Dentro, próximo ao Edifício MEDDI Camaçari / Sistema de Saúde Santa Helena. Para quem mora nas cidades de Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Candeias e Simões Filho, ao chegar na entrada da cidade,(via COPEC), deve soltar no ponto próximo ao semáforo no cruzamento com a A…

9º dia #NovenaDePentecostes - Capacitados para Servir

Imagem
Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos, capítulo 16, versículos de 12 a
18.


 Reflexão Catequética


Pentecostes é uma graça constitutiva - “que faz parte” - do grande mistério pascal, pelo qual o Filho - o Verbo de Deus encarnado - obteve para nós a remissão de nossas faltas e a garantia de participação na vida eterna, na comunhão com a Trindade Santa, Deus tem um propósito especial e muito definido ao nos dar o seu Espírito Santo: tornar possível a continuidade da graça da salvação para todas as gerações que se sucedem à morte e ressurreição de Cristo (cf. DIM, 1; DeV, 22 e 67). “ Recebereis o poder do Espírito Santo e então sereis minhas testemunhas [...] até os confins do mundo”, nos esclarecia Jesus (cf. At 1,8). “Assim como o Pai me enviou, assim estou enviando vocês [...]: recebam (para isso) o Espírito Santo! E o que vocês perdoarem, estará perdoado (cf. Jo 20, 21-23). O Espírito, pois, nos é dado não apenas como “penhor da nossa herança” eterna (cf. Ef 1 13-14; Gl …

8º dia #NovenaDePentecostes: A efusão do Espírito Santo

Imagem
Leitura da Carta de Paulo aos Gálatas, capítulo 5, versículos de 16 a 23.
Reflexão Catequética
Por sua Páscoa, Jesus Cristo redimiu todo o gênero humano. Por Ele, todos os homens têm acesso à salvação. É fundamental, porém, que todos e cada homem - já salvos - assumam, explícita e pessoalmente, essa salvação. O mistério da salvação oferecido gratuitamente por Deus precisa ser aceito livremente por cada um de nós, como opção pessoal, em uma atitude de obediência de fé. “ Para que se preste essa fé, exigem-se gravação prévia e adjuvante de Deus e os auxílios internos do Espírito Santo, que move o coração e converte-o a Deus, abre os olhos da mente e dá ‘a todos suavidade no consentir e crer na verdade’. A fim de tornar sempre mais profunda a compreensão da Revelação, o mesmo Espírito Santo aperfeiçoa continuamente a fé por meio de Seus dons” (Constituição Dogmática Dei Verbum, n. 5). 
Ou seja, não se avança na percepção progressiva do mistério da salvação realizada por Jesus Cristo sem se …

7º dia #NovenaDePentecostes: Sereis Batizados no Espírito Santo

Imagem
Leitura do Livro dos Atos dos Apóstolos, capítulo 1, versículos de 4 a 9.
Reflexão Catequética
Na celebração da vigília de Pentecostes de 2004, em Roma, o Papa João Paulo II afirmou em seu discurso: “Desejo que a espiritualidade de Pentecostes se difunda na Igreja como um renovado salto de oração, de santidade, de comunhão e de anúncio” (29/05/2004).Ora, o elemento central de toda a espiritualidade de Pentecostes não é um devocional, um rito litúrgico ou uma novena de orações, simplesmente. Aquilo de mais significativo que a espiritualidade de Pentecostes - mormente em conseqüência da reflexão emanada do Concílio Vaticano II a respeito da Pessoa e do operar do Espírito Santo - tem resgatado e oferecido à Igreja é uma experiência: a experiência do chamado “Batismo no Espírito Santo”...
“Entre os católicos da Renovação a frase ‘batismo no Espírito Santo’ se refere a dois sentidos ou momentos. O primeiro é propriamente teológico. Nesse sentido, todo membro da Igreja é batizado no Espírito S…

6º dia #NovenaDePentecostes: Espírito Santo, dom de Deus

Imagem
Leitura da Carta de Paulo aos Romanos, capítulo 5, versículos de 1 a 5.
 Reflexão Catequética
Dizia o Evangelho de João, na leitura que vimos em nosso encontro anterior (Jo 7, 37-9), que o “Espírito ainda não tinha sido dado porque Jesus não tinha ainda sido glorificado.” Depois da catequese sobre o Espírito Santo - também já vista por nós (capítulos 14, 15 e 16 de São João) - , Jesus se dirige ao Pai em oração e pede que seja removida essa barreira: “Pai, é chegada a hora: glorifica o teu Filho, para que o teu Filho possa glorificar-te...” (Jo 17, 1). E nós sabemos em que consiste a glorificação de Jesus, descrita nos capítulos seguintes (18 e 19): prisão, julgamento, paixão, morte e ressurreição!
Após esses fatos (capítulo 20), naquele que é considerado o “Pentecostes apostólico”, já vemos os efeitos da glorificação de Jesus: embora as portas estivessem fechadas, Jesus aparece no meio deles, mostra-lhes suas chagas gloriosas, deseja-lhes a paz, sopra sobre eles (retomando uma imagem do…

Podcast da Vigília de Pentecostes 2012

5º dia #NovenaDePentecostes: A Catequese de Jesus sobre o Espírito Santo

Imagem
Leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo João, cap. 14, versículos de 12 a 17.
Reflexão Catequética
Jesus Cristo é o portador definitivo das boas novas da Revelação. Anuncia-nos com autoridade que Deus é Pai, que Ele e o Pai são um e que o Espírito Santo é o “outro Paráclito” que haveria de vir para dar testemunho dele. Nos capítulos 14, 15 e 16 do Evangelho de São João, especialmente, Jesus expõe aos seus discípulos uma nova e esclarecedora catequese sobre o Espírito Santo. Refere-se a Ele, pela primeira vez, como a alguém, como a uma Pessoa. Explica-nos o novo modo como essa Pessoa Divina estará em nosso meio, e qual a essência de sua missão: estará conosco eternamente; e não só conosco, mas em nós (Jo 4, 15-17); ensinar-nos-á todas as coisas e nos recordará tudo o que Jesus nos disse (Jo 14,26); dará testemunho, não de Si mesmo, mas de Jesus (Jo 15,26); e que - era verdade-convinha a nós que Ele (Jesus) voltasse para o Pai, porque, assim, o Espírito viria para estar conosco e nos…

4º dia #NovenaDePentecostes: O Espírito da Promessa no Antigo Testamento

Imagem
Leitura do Livro do Profeta Ezequiel, capítulo 36, versículos de 24 a 28
Reflexão Catequética
É da maior importância para a nossa abertura à Pessoa do Espírito Santo compreendermos adequadamente - tanto quanto nos permite a Revelação e a nossa capacidade de interpretá-la - o significado central daquilo que aconteceu no histórico evento de Pentecostes. Pentecostes não é, simplesmente, “a vinda do Espírito Santo”, como comumente costumasse afirmar. O Espírito Santo - Pessoa divina que é - sempre esteve presente na história da humanidade, não sendo pois correto crer que Ele só tenha vindo atuar em nosso meio depois de Pentecostes.
De fato, já no segundo versículo da Bíblia (Gn 1,2), encontramos a expressão: “... O Espírito pairava sobre as águas...”. E ela nos ensina ainda, por exemplo, que Ele desceu sobre Enoque, Abraão, Isaque e Jacó; que o Faraó compreendera que José possuía o Espírito de Deus; que os milagres de Moisés eram operados por Sua virtude; que atuou em Otoniel, Gedeão, Débora, …

Vídeo da Vigília de Pentecostes 2012

Imagem

3º dia #NovenaDePentecostes: O Espírito Santo é uma Pessoa

Imagem
Leitura do livro dos Atos dos Apóstolos, capítulo 13, versículos de 01 a 04.
Reflexão Catequética
Como já vimos, Deus é sempre um mistério. E, das três Pessoas, o Espírito Santo parece ser a mais misteriosa de todas. É o “Deus sem face” (ao contrário do Filho que assumiu a nossa natureza humana) o “Deus sem referência humana” (ao contrário da Primeira Pessoa, a quem chamamos por um nome que nos é bastante comum: Pai!)... Para referir-se a Ele, as Sagradas Escrituras lançam mão de símbolos, tais como: Água, Unção, Fogo, Nuvem, Luz, Selo, Mão, Dedo e Pomba (Catec. N 694 a 701). E quando questionados a respeito de quem é o Espírito Santo, comumente também respondemos com conceitos totalmente impessoais, ou abstratos, como: “Ele é o amor, a consolação, a luz, a força, a esperança, o revelador...”
Na realidade, Deus é, na sua natureza, amor (cf.1 Jo 4,16). Por conseguinte, dom, vida incessantemente doada. Enquanto fonte permanente desse dom, Deus é Pai. Enquanto expressão e receptor desse dom…

2º dia #NovenadePentecostes: O Espírito Santo é Deus

Imagem
Leitura da Primeira Carta de Paulo aos Coríntios, capítulo 2, versículos de 9 a 12 (ler diretamente na Sagrada Escritura)

Reflexão Catequética
 Muitas pessoas concebem o Espírito Santo como uma “força de Deus”, ou como uma “luz divina”, ou, ainda, como uma “consolação divina” que Deus nos concede, apenas.Embora possamos também considerá-lo como essas realidades todas, é necessário termos em conta que o Espírito Santo não é “uma parte” ou “um aspecto” da ação divina. Ele é Deus! Mesmo não assumindo a nossa natureza humana como Jesus - que se fez carne, um de nós -, o Espírito Santo é Deus mesmo. Terceira Pessoa da Santíssima Trindade, um com o Pai e o Filho. Procede do amor entre eles, uma só essência, uma só natureza com Eles.Como Pessoa é livre, tem inteligência e vontade.Tudo vê, tudo conhece, está presente em tudo e em todos. Exerce hoje, em mim - em cada criatura, em todos os filhos de Deus -, a missão de santificador, de consolador. 
É o Senhor da vida! É aquele que, agindo em nosso …